carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Política

Deputado capixaba cria movimentação contra importação de café

Por Equipe CaféPoint (CaféPoint)
postado em 31/01/2017

4 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Da redação

Em carta aberta, enviada nesta terça-feira (31/1) aos senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores, o deputado federal Evair de Melo (PV-ES) está convocando todos para que se unam e se manifestem contra a possibilidade de importação de café verde, conforme está sinalizando o Governo Federal por meio do Ministério da Agricultura (Mapa).

Segundo o deputado, importar café do Vietnã, Etiópia ou Peru é submeter os produtores brasileiros a uma concorrência desleal, ao mesmo tempo em que se colocaria em risco o patrimônio genético nacional, construído em décadas sob o esforço constante dos órgãos públicos de pesquisa, ensino e extensão rural. “É necessário que todos aqueles que são ligados ao café e que governam municípios que possuem na atividade cafeeira uma parte relevante de sua economia, unam-se a fim de marcar nossa posição contra a importação de café. Pela valorização do campo, do produtor rural, da cafeicultura e de tudo que estes simbolizam para o Brasil”, disse o deputado.
A pressão pela importação do produto é exercida pelas indústrias que alegam não haver estoque suficiente de café conilon para abastecer o mercado. Entretanto, em recente levantamento feito pelos produtores, existem cerca de 4,5 milhões de sacas que podem ser comercializadas, mas a indústria não está comprando.

“As indústrias, atraídas pelos baixos preços oferecidos pelos produtores estrangeiros, fazem-se de cegas diante do risco a que está sendo exposta a cafeicultura brasileira, caso seja aprovada a importação de café. Importar café, iludidos pela fantasia de preços inferiores, expõe nosso parque cafeeiro a pragas quarentenárias dessas regiões que já são erradicadas ou completamente desconhecidas por aqui, tornando então, as nossas plantas vulneráveis e arriscando a dispersão de uma praga capaz de comprometer a produção cafeeira do Brasil”, afirmou o deputado.

Evair de Melo, junto com o setor produtivo, tem lutado constantemente na defesa dos produtores e da produção do café nacional e, de certa forma, obteve vitórias importantes ao conseguirem adiar, suspender e até mesmo cancelar as ameaças de liberação da importação de café que foram surgindo. Do outro lado, as indústrias e os grandes traders continuam insistindo na meta de importar café, realizando uma espécie de dumping reverso, obrigando o produtor brasileiro a forçar para baixo seu preço. “Diante da situação delicadíssima em que nos encontramos, convido a todos que se manifestem junto aos órgãos municipais, estaduais, ao Governo Federal e ao Brasil, mostrando a nossa insatisfação generalizada e o nosso posicionamento contrário à importação de café”, finalizou o deputado.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Equipe CaféPoint    São Paulo - São Paulo

Mídia especializada/imprensa

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

José Adauto de Almeida

Marumbi - Paraná - Extensão Rural
postado em 01/02/2017

Ivair, Parabéns pela iniciativa.

Lucio Cani

Montanha - Espírito Santo - Produção de café
postado em 03/02/2017

Importação de Café Conolon.

Menos de uma dúzia de empresas de exportação de café solúvel estão colocando de quatro mais de 120 mil produtores de café conilon Brasil a fora.
Esse pessoal já abril e conferiu via conab todos os armazéns de produtores e exportadores de café, a pergunta que não quer calar é , por que Eles não foram fiscalizados, por que Eles não entraram na contagem com seus estoques, por que Eles pedem importação sempre que o preço do café conilon encosta no do arábica? Que força é essa que meio dúzia de empresasa do ES tem, que colocam todo um país e até o presidente em alerta?
Será só competência ou tem algo mais? Que lobe é esse?
Meio dúzia contra 120 mil famílias e Eles continuam a nós ameaçar.
Será que somos todos senhores de escravos, será que ainda vivemos em 1800, será mesmo que somos todos idiotas?
Eu sempre achei que tínhamos  a melhor cafeicultura do mundo, a melhor produtividade, a melhor tecnologia, etc, etc,etc.
Já estou a duvidar se temos os melhores produtores de café do mundo.
Por que sempre meio dizia?

  Lucio Cani
Produtor de café conilon em Montanha - ÉS.


Carlos Alberto de Carvalho Costa

Muqui - Espírito Santo - Produção de café
postado em 06/02/2017

Continue lutando amigo Evair, principalmente nesse momento que o nosso estado passa por problemas, greve dá PM, doença do governador etc.., momento esse que a indústria e seu parceiro o ministro Blairo Maggi aproveitará para na surdina e sem contestações aprovar o Drawback de conilon, não deixe isso acontecer Deputado Evair.
,
....

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade