ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Brasil exporta US$ 4,1 milhões em café para Venezuela

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/08/2009

1 MIN DE LEITURA

0
0
Cinco anos depois do último embarque, em 2004, o café brasileiro volta ao mercado venezuelano pelas mãos da agricultura familiar e de cooperativas. O acordo com a empresa estatal Café Venezuela, intermediado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), foi concluído nesta sexta-feira (7). Em até dez dias, 1,5 mil tonelada de café produzido em Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, serão embarcadas no Porto de Santos para a Venezuela. O produto exportado renderá US$ 4,1 milhões aos produtores brasileiros.

O coordenador de Política Internacional do MDA, Laudemir Muller, explica que o curto prazo para o embarque se deve à demanda imediata por café manifestada pela Venezuela. "A remessa só não foi maior neste momento porque não havia disponibilidade de mais contêineres", disse.

O café será exportado pela Cooxupé, Coocapec e Cooperativa dos Agricultores Familiares do Território do Caparaó (Coofaci), do Espírito Santo. Formada por agricultores familiares, a Coofaci conta com 107 associados. Na Cooxupé, a participação de agricultores familiares corresponde a 77% do quadro de 12 mil associados e na Coocapec, a 70% dos 1.900 associados.

O embarque de café é a primeira exportação da Coofaci. "Este acordo veio na hora certa", comemora o presidente da Cooperativa, Paulo Fernandes. Ele lembra que as 4.800 sacas (cada uma com 60 quilos) que serão enviadas pela Coofaci à Venezuela superam o volume comercializado pela cooperativa ao longo de 2008. "Além disso, o preço obtido é, em média, 15% superior ao praticado no mercado interno".

Os contatos que resultaram na exportação foram iniciados há duas semanas, por meio de um contato do Ministério da Agricultura da Venezuela com a Assessoria Internacional do MDA. Até a conclusão do acordo, o MDA intermediou duas rodadas de negociações entre cooperativas brasileiras e representantes da Café Venezuela.

"O bom relacionamento entre os dois ministérios contribuiu para a efetivação da negociação", explica Laudemir Muller. O coordenador de Política Internacional do MDA lembra que, desde 2008, o Ministério apóia a implementação no país andino do Plano Nacional da Agricultura Familiar Comunal, que tem como objetivo ampliar a produção de alimentos, especialmente leite e hortaliças.

As informações são do MDA, adaptadas pela Equipe CaféPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CaféPoint AgriPoint