ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Boletim Carvalhaes: Exportações crescem 24% mas receita cambial não acompanha

POR EQUIPE CAFÉPOINT

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/10/2018

0
0

Boletim semanal Escritório Carvalhaes - ano 85- n° 41
Se quiser consultar boletins anteriores, clique aqui e confira o histórico no site*
Santos, quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Ontem o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) divulgou as exportações brasileiras de café no último mês de setembro. Foram de 3,020 milhões de sacas de 60 kgs, 24% a mais do que no mesmo mês de 2017 e 14% a menos do que em agosto último. Segundo o Cecafé, esse volume deveria ter sido maior. Os exportadores brasileiros deixaram de embarcar aproximadamente 10% da carga programada devido à falta de contêineres e espaço em navios, com a diminuição de linhas marítimas disponíveis. Também contribuiu a concorrência do café por espaço com outros tipos de cargas que têm maior valor de comércio para os operadores portuários.

O Porto de Santos é líder isolado nas exportações de café brasileiro há mais de 150 anos. Nos primeiros nove meses de 2018, foi responsável por 82,1% dos embarques, o equivalente a 19,4 milhões de sacas de 60 kgs.

Chama a atenção o fato de termos exportado um volume 24% maior do que no mesmo mês de 2017 e nossa receita cambial ter sido praticamente a mesma. Em 2017, a receita cambial nas exportações de café em setembro foi de US$ 407.442.000. Em setembro de 2018, exportando um volume 24% maior, nossa receita cambial foi US$ 410.308.000. O preço médio por saca em setembro de 2017 foi de US$ 166,87 e em setembro de 2018, de US$ 135,88. Queda de 19% por saca. Uma forte transferência de renda para os países consumidores.

Essa queda comprova que os cafeicultores estão com a razão quando protestam contra o baixo preço que recebem por sua produção, resultado de fortes investimentos e anos de trabalho. De um lado recebem menos pelo café produzido e do outro assistem ao encarecimento dos principais insumos usados na produção de café. Neste último ano subiram fortemente os custos de defensivos, fertilizantes, combustíveis e energia elétrica.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em reunião com representantes do governo federal, defendeu que os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) possam ser realocados para a linha de financiamento da estocagem. Dessa forma, os produtores poderão aguardar o melhor momento para comercializar a safra. Pediu ainda que o valor financiável por saca não seja inferior ao preço mínimo para aqueles que decidirem estocar.

O bom desempenho do candidato Jair Bolsonaro no primeiro turno da eleição presidencial brasileira agradou aos mercados, mas continuou a intensa oscilação do valor do dólar frente ao real. As cotações do café na ICE Futures US em Nova Iorque também oscilaram bastante, quase sempre em sentido contrário ao da oscilação da moeda americana frente ao real.

Comandada principalmente pelos interesses de curto prazo dos principais operadores, as altas e baixas nos contratos de café em Nova Iorque aparentam serem comandadas no sentido de manter os preços em Nova Iorque estáveis na moeda brasileira. Sexta-feira passada, em reais por saca de 60 kgs, os contratos de café com vencimento em dezembro próximo fecharam valendo R$ 555,72. Na última segunda-feira fecharam a R$ 556,76. Na terça, a R$ 556,04 e ontem, a R$ 557,00. Hoje, quinta-feira, véspera de feriado nacional no Brasil, fecharam com ligeira alta, a R$ 563,92 por saca.

Com todo o sobe e desce do dólar frente ao real, os programas usados pelos operadores na ICE mantém a cotação do café em reais praticamente estáveis. Os preços no mercado físico brasileiro subiram um pouco, principalmente nos melhores cafés. O mercado é comprador, com muitos interessados em cafés de boa qualidade. Os produtores que ainda podem aguardam para colocar um volume maior de lotes no mercado, mas todos os dias saem negócios no mercado físico brasileiro.

O Cecafé informou que no último mês de setembro foram embarcadas 3.019.917 sacas de 60 kg de café, aproximadamente 24% (578.181 sacas) a mais do que no mesmo mês de 2017 e 14% (509.962 sacas) a menos do que no último mês de agosto. Foram 2.447.067 sacas de café arábica e 291.655 sacas de café conilon, totalizando 2.738.722 sacas de café verde, que somadas a 280.348 sacas de solúvel e 847 sacas de torrado, totalizaram 3.019.917 sacas de café embarcadas.

Até dia 8, os embarques de outubro estavam em 357.547 sacas de café arábica, 15.649 sacas de café conillon, mais 13.450 sacas de café solúvel, totalizando 386.646 sacas embarcadas, contra 707.412 sacas no mesmo dia de setembro. Até o mesmo dia 8, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em outubro totalizavam 724.653 sacas, contra 1.120.517 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE do fechamento do dia 5, sexta-feira, até o fechamento de hoje, dia 11, subiu nos contratos para entrega em dezembro próximo 395 pontos ou US$ 5,23 (R$ 19,75) por saca. Em reais, as cotações para entrega em dezembro próximo na ICE fecharam no dia 5 a R$ 555,72 por saca, e hoje, dia 11, a R$ 563,92. Hoje, quinta-feira, nos contratos para entrega em dezembro, a bolsa de Nova Iorque fechou com alta de 100 pontos. No mercado firme de hoje, são as seguintes cotações nominais por saca para os cafés verdes do tipo 6 para melhor, safra 2018/2019, condição porta de armazém:

R$445/460,00 - CEREJA DESCASCADO – (CD), BEM PREPARADO.
R$435/445,00 - FINOS A EXTRA FINOS – MOGIANA E MINAS.
R$425/435,00 - BOA QUALIDADE – DUROS, BEM PREPARADOS.
R$390/400,00 - DUROS COM XÍCARAS MAIS FRACAS.
R$380/390,00 - RIADOS.
R$370/380,00 - RIO.
R$360/370,00 - P.BATIDA P/O CONSUMO INT.: DURA.
R$360/370,00 - P.BATIDA P/O CONSUMO INT.: RIADAS.

DÓLAR COMERCIAL DE QUINTA-FEIRA: R$ 3,7760 PARA COMPRA.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.