ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

CNC pede adiantamento da liberação dos recursos do Funcafé

POR EQUIPE CAFÉPOINT

CNC NOTÍCIAS

EM 22/03/2016

0
0
Da redação

O Conselho Nacional do Café (CNC) informou no último dia 18, que intensificou contatos com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no sentido de obter agilidade na liberação dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). “Solicitamos que seja feita antes do anúncio do Plano Safra, o que, caso não ocorra, retardará a chegada da verba aos agentes da cadeia, como ocorrido em 2015, ano em que os recursos chegaram a produtores, cooperativas, industriais e exportadores somente em agosto”, afirmou Silas Brasileiro, presidente do CNC.

Uma das justificativas para o pedido é a possibilidade de antecipação de colheita neste ciclo, em virtude do bom momento climático vivido pelas regiões produtoras do café arábica no País. “As lavouras da variedade têm se desenvolvido melhor do que nas duas safras anteriores e algumas áreas do cinturão produtivo, como o Cerrado e o Sul de Minas Gerais, estão com o processo de maturação dos frutos antecipado, o que ocasionará, consequentemente, o adiantamento dos trabalhos de colheita”, analisou Brasileiro.

De acordo com o CNC, já foi apresentado nas gestões junto ao Mapa que o setor precisa de um cronograma organizado e condizente com suas necessidades. “Recomendamos que as linhas de financiamento de Colheita, Custeio, Aquisição de Café (FAC) e Capital de Giro tenham o prazo inicial da liberação de seus recursos estipulado no dia 1º de abril, haja vista que os trabalhos de cata e armazenamento, assim como a comercialização, têm início, anualmente, nos meses de abril. Além disso, no tocante ao custeio, recordamos que a aquisição de insumos se faz muito mais vantajosa nessa época antecipada do ano, uma vez que já passou o período de plantio da safra e da safrinha dos grãos, com os cafeicultores podendo alcançar preços mais atrativos”, explicou o presidente da entidade.

Em relação à linha de Estocagem do Funcafé, que proporciona recursos para armazenamento e conservação do produto aos beneficiários, de modo a possibilitar a venda futura em melhores condições de mercado, o CNC recomendou a antecipação das liberações de recursos para 1º de agosto — atualmente o prazo é de 1º de outubro a 31 de julho —, de forma que fique aberta a captação do capital ao longo dos 12 meses do ano, fazendo jus à discriminação de que se realize a comercialização do café nos melhores cenários mercadológicos.

Funcafé 2016
Ainda na sexta-feira (18/3), o CNC citou que o Comitê Diretor de Planejamento Estratégico (CDPE) do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC) aprovou, em reunião realizada no dia 22 de outubro do ano passado, orçamento recorde para as linhas de financiamento do Funcafé na safra 2016. O colegiado, composto por representantes de todos os elos do setor privado e do Governo Federal, sugeriu verba de R$ 4,632 bilhões, volume que implica crescimento de 12%, ou R$ 496 milhões, ante orçamento de 2015.

Do total sugerido, R$ 1,752 bilhão foram destinados à linha de Estocagem, que terá R$ 246 milhões (+16,3%) a mais do que no ano passado, e R$ 1 bilhão para FAC, que contará com orçamento R$ 250 milhões superior (+33,3%) ao de 2015. As demais linhas tiveram seus recursos mantidos, conforme apresentado na tabela abaixo, produzida pelo CNC:


 

0

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.