ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

A busca das cooperativas fairtrade pela industrialização

POR ULISSES FERREIRA DE OLIVEIRA

ULISSES FERREIRA

EM 13/06/2014

2 MIN DE LEITURA

2
0
“Deixamos de pensar que somos coitadinhos por ser da agricultura familiar, hoje sabemos que unindo forças somos tão capazes quanto grandes produtores”. Essa é a frase que marcou a realização do Café da Manhã FairTrade que aconteceu durante a Festa do Trabalhador, no Parque Municipal de Poços de Caldas.

O efeito dessa frase vai além das palavras e está constantemente na rotina das organizações da agricultura familiar que buscaram a certificação FairTrade, tanto é verdade que algumas dessas organizações já buscam industrializar seus produtos, agregando valor e abrindo um novo mercado.


Foto: Guilherme Gomes/ Café Editora
Foto: Guilherme Gomes/ Café Editora

Os desafios dessa transformação são gigantescos, mas um destaque parece ser o diferencial das marcas. Em tempos do boom da torrefação de cafés por produtores rurais, que vivemos no Brasil nos dias atuais, as cooperativas de comércio justo se destacam abrindo uma oportunidade a mais, pois conseguem transmitir ao consumidor a sensação do valor agregado que é o apoio às comunidades rurais, essa mensagem abre portas e parece realmente ser uma tendência no mercado de cafés.

Veja o caso da COOPFAM - Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região – Ltda, que lançou a marca Café Família da Terra e vem se posicionando no mercado inclusive com a participação em eventos da Copa do Mundo como um dos cafés que serão servidos.

Engana-se quem pensa que apenas as organizações com o certificado FairTrade se beneficiam com esse mercado, o comércio justo pode ser uma oportunidade para cafeterias e torrefações ligarem suas marcas à questões sociais e ao apoio à agricultura familiar, buscar a certificação como traders é possível e contribuirá significativamente para o desenvolvimento e a sustentabilidade da cafeicultura familiar.

Neste caso a empresa terá que garantir o pagamento do preço mínimo e também do prêmio do comércio justo, que é reinvestido na comunidade em projetos sociais, ambientais, na melhoria da qualidade e produtividade do café, ou seja, é uma ferramenta de responsabilidade social e ambiental que pode reposicionar a marca.

Como exemplo cito o caso da Spress Café que inovou ao ser a primeira marca de cafés do Brasil a obter o certificado FairTrade, através de uma parceria com a ASSODANTAS – Associação dos Agricultores Familiares do Córrego D’antas - Poços de Caldas.

Como o mercado de cafés de qualidade cada vez mais competitivo, o comércio justo parece ser mais um concorrente, mas uma análise mais aprofundada revela um campo de oportunidades para empresas conquistarem um mercado completamente inexplorado no Brasil.

ULISSES FERREIRA DE OLIVEIRA

Administrador, especialista em cafeicultura sustentável, Diretor do Departamento de Desenvolvimento e Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Botelhos e consultor de associações e certificações agrícolas.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ULISSES FERREIRA DE OLIVEIRA

POÇOS DE CALDAS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 22/07/2014

Prezado Márcio, tá ai uma dica, estamos realizando uma sala de provas e degustação dos cafés Fair Trade disponíveis no mercado, em breve estaremos publicando os resultados!



Atenciosamente
MARCIO GUSTAVO ALVES

POÇO FUNDO - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE CAFÉ

EM 18/06/2014

de uma verificada se o café que a coopfam esta colocando no mercado é um produto totalmente de qualidade.
CaféPoint AgriPoint