ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Imagens capturadas pelos VANTs são fundamentais para o agronegócio

ESPAÇO ABERTO

EM 27/09/2017

0
0
Por Fabrício Hertz

Atualmente já prevalece o conhecimento de que os drones são ótimos aliados quando o assunto é mapeamento aéreo, permitindo uma série de aplicações, em diferentes contextos, como no controle ambiental, na produção agrícola a partir do sensoriamento remoto e na aerofotogrametria de precisão, entre outros. Porém, esse mapeamento só estará completo e fará sentido se as imagens obtidas forem transformadas em dados, ou seja, se elas forem traduzidas em números e resultados que servirão como base para a elaboração de relatórios e análises.

Foto: Divulgação
                                                   Foto: Divulgação

Esse processo se inicia quando o VANT completa a operação e retorna para a área de pouso. Nesse momento, retira-se o cartão SD da câmera e se faz o download das imagens no computador. Essas imagens devem ser processadas de duas maneiras: em softwares específicos de processamento ou em plataformas online de processamento, que costumam oferecer um custo x benefício maior. Nesse universo, Startups vêm se destacando por oferecerem soluções completas para a Agricultura de Precisão.

Primeiramente, a sequência de imagens capturadas pelo VANT é ortorretificada, formando o mapa ortomosaico. Com isso, é possível obter diversos mapas de superfície, de terreno, animações em 3D, nuvem de pontos para, por exemplo, calcular áreas, relevo, volumes e distâncias.

Em plataformas de processamento desenvolvidas especificamente para o agronegócio, são extraídos diversos dados fundamentais para o aumento da lucratividade e tomadas de decisões estratégicas, como por exemplo, contagem de indivíduos da cultura, identificação de linhas e falhas de plantio, identificação de pragas, doenças e estresse, aplicação de índices de vegetação para análise da saúde da plantação, mapas de aplicação em taxa variável e exportação de shape files, integrados às maiores marcas de tratores do mercado. Com essas informações, o produtor pode acompanhar melhor o desenvolvimento de sua cultura, atuar com ações preventivas rápidas e precisas, integrar os sistemas de máquinas agrícolas, otimizando sua produção.

É importante salientar que o trabalho com os VANTs é fundamental para o agronegócio, servindo como equipamento para extração de informações, sendo acompanhado de soluções inovadoras que possibilitam resultados efetivos, a partir do processamento inteligente das imagens. Nesse contexto, observa-se a tecnologia buscando cada vez mais a inteligência e eficácia dos processos, para que o produtor possa utilizar melhor seu tempo para ações estratégicas, além de outras necessárias.

Fabrício Hertz é diretor da Horus,  empreendedor e engenheiro mecânico, formado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

0

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.