FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Jacu Bird, do Brasil, é destaque na França

Durante o Euro Gusto de 2010, o café Jacu Bird, da fazenda capixaba Camocim foi um dos grandes destaques no estante do barista e torrefador francês Hyppolyte Courty, da cafeteria parisiense L´Abre à Café.

Organizado pelo Slow Food em Tours, o Euro Gusto reúne a cada dois anos produtores orgânicos e biodinâmicos em torno de ingredientes, cujos métodos de preparo, cultivo e fabricação artesanais agregam valor aos produtos expostos.

O café Jacu Bird é um exemplo interessante de como transformar em negócio lucrativo o que antes representava um grande prejuízo.

Em 2006, com parte de sua plantação invadida por jacus, pássaros de paladar refinado com apetite para as melhores cerejas de café, o cafeicultor Henrique Sloper de Araújo se inspirou no Kopi Luwak, o café mais caro do mundo, para criar pequenos lotes de um café especial.

O Kopi Luwak é produzido a partir do fruto do café ingerido pela civeta, mamífero comum na Indonésia. A civeta come as cerejas maduras de café, mas descarta os grãos intactos. Eles são recolhidos para serem higienizados e torrados. Sloper usou processo semelhante: recolheu o descarte dos jacus, beneficiou os grãos e experimentou o café. O resultado surpreendeu pela qualidade e o café produzido em "sociedade" com o jacu virou a estrela da fazenda.

Um de seus compradores é o barista Hippolyte Courty, da cafeteria L´Arbre à Café. Assim que soube do café Jacu Bird, ele visitou a fazenda no Espírito Santo para comprar os grãos diretamente do produtor. Para Courty uma das vantagens do Direct Trade é poder negociar exatamente o tipo de produto e a quantidade desejada.

"Negociar diretamente com o cafeicultor me ajuda a ter um entendimento maior sobre café. Estabelecemos uma relação de confiança com produtores na América Latina, Ásia e África. Por conta dessa relação podemos oferecer aos clientes cafés exclusivos, microlotes raros e variedades diferentes", diz.

Do Brasil, a L´Arbre à Café compra dois tipos de grãos da fazenda Camocim: o Iapar Rouge Brésil e o Jacu Bird. Courty viaja regularmente ao País e espera encontrar outros produtores interessantes em suas viagens.

As informações são do Estado, adaptadas pela Equipe CaféPoint.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LENO HÚNGARO

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/01/2012

Eis uma verdadeira transformação de ameaças em oportunidades.