FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Síntese agropecuária BM&F 31/08/2006

CELSO VEGRO

EM 05/09/2006

0
0
O mercado cafeeiro começa a apresentar ritmo mais acelerado na comercialização nas últimas semanas de agosto, devido à melhora nos preços do mercado internacional, influenciando diretamente os produtores brasileiros, que começam a negociar de forma mais intensa a safra 2006/07. A colheita dessa safra está chegando ao final, com 79% já colhidos, segundo os relatórios das consultorias.

A nova safra vem sendo caracterizada pela boa qualidade dos grãos, notadamente pela bebida, graças ao período de estiagem que beneficia sua secagem. Em julho, foi exportado 1,81 milhão de sacas, acréscimo de 3,4% quando comparado ao mês de junho.

De janeiro a julho de 2006, os embarques atingiram 13,4 milhões de sacas, com recuo de 12% em relação ao mesmo período de 2005, conforme o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

As bolsas internacionais Nybot e Liffe apresentaram movimento de alta, impulsionadas pela produção de café robusta na Ásia, que foi insatisfatória.

No mercado físico, a cotação média da saca de café arábica (bica corrida, tipo 6), no Cerrado Mineiro, acumula alta no mês de 10,9%, sendo cotado em R$241,60/saca até o dia 24 de agosto, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Em 24 de agosto, as cotações dos contratos futuros na BM&F ficaram em US$127,00/saca para setembro/06; US$131,40/saca para dezembro/06; US$135,50/saca para março/07; US$138,05/saca para maio/07; e US$142,80/saca para setembro/07 (Gráfico 1 e Tabela 1).


Gráfico 1 - Evolução dos preços futuros do café arábica


Fonte: BM&F

Tabela 1 - Cotações dos contratos futuros de café arábica na BM&F

Na Nybot, fecharam em US$¢107,05/lb para setembro/06; US$¢111,15/lb para dezembro/06; US$¢114,90/lb para março/07; US$¢117,20/lb para maio/07; US$¢119,40/lb para julho/07; e US$¢121,60/lb para setembro/07.

O retorno diário dos preços do contrato futuro de café arábica para o vencimento setembro/06, negociado na BM&F, situou-se entre o máximo 4,51%, em 2 de agosto, e o mínimo de -2,41%, em 14 de agosto (Gráfico 2). Esse período caracterizou-se por um mercado volátil, em face do clima seco que poderá afetar a próxima safra, de acordo com os especialistas do mercado.


Gráfico 2 - Retorno diário do contrato futuro de café arábica - vencimento setembro/06 -

O diferencial de preços entre BM&F e Nybot demonstra trajetória relativamente constante nos últimos meses, resultante de momento de oferta e demanda regional equilibrado (Gráfico 3).


Gráfico 3 - Diferencial de preços entre BM&F e NYBOT (2004-2006)

O mercado futuro de café arábica negociou na BM&F 34.826 contratos em julho de 2006, declínio de 5% quando comparado ao mês anterior (36.201). Até 24 de agosto, inclusive, foram transacionados 43.381 contratos, com média diária de 2.410.

Também em 24 de agosto, a presença de pessoas jurídicas não-financeiras na posição comprada no mercado de café na BM&F mostrava participação de 39,8%, similar à posição vendida, com participação de 39,9%. O volume classificado pela BM&F era de 1.460.000 sacas de café certificados, significando crescimento de 55,2% em relação ao mesmo período do mês passado.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.