carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Internacional

Produção de café da Colômbia chega a 1,1 milhão de sacas em fevereiro

postado em 14/03/2016

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A Colômbia registrou em fevereiro uma colheita de 1,1 milhão de sacas de 60 quilos e mantém o ritmo de crescimento. No entanto, segue em alerta pelo efeito do intenso fenômeno do El Niño.

Esse volume de produção registrado representou 7% a mais com relação a fevereiro de 2015, mês em que se produziram 1,29 milhão de sacas. Vale a pena ressaltar que esse crescimento inclui grãos colhidos no último trimestre de 2015, mas que somente até agora chegaram aos centros de coleta.

Foto ilustrativa: Divulgação/ Lets Talk Roya


Até agora nesse ano, a colheita cafeeira superou os 2,2 milhões de sacas, uma alta de 5% com relação as 2,1 milhões de sacas produzidas no mesmo período do ano anterior (janeiro-fevereiro de 2015).

Nos últimos 12 meses (março de 2015 a fevereiro de 2016), a colheita cafeeira alcançou quase 14,3 milhões de sacas de 60 quilos, 16% a mais que as quase 12,4 milhões de sacas colhidas no mesmo período anterior.

Até agora nesse ano cafeeiro (outubro de 2015 a fevereiro de 2016), a produção foi de quase 6,4 milhões de sacas, 18% a mais que as 5,4 milhões de sacas no mesmo período anterior.

Por outro lado, a Federação Nacional de Cafeicultores está por concluir um exaustivo estudo de campo, com uma amostra estatisticamente representativa de mais de 7 mil fazendas, em todos os departamentos produtores de café, cujos resultados servirão de base para que as medidas adotadas para apoiar os cafeicultores afetados estejam ainda mais ajustadas à realidade do impacto do El Niño em sua economia.

A Federação tem insistido com os cafeicultores sobre a importância de beneficiar muito bem seu café para que as medidas comerciais adotadas ajudem a mitigar o impacto do El Niño em sua economia enquanto se preserva a qualidade e o nome do café colombiano nos mercados internacionais.

Também se intensificaram as campanhas de controle da broca, que em períodos acentuados de seca como o atual, reproduz-se mais facilmente.

As exportações de café colombiano também mantiveram seu ritmo de crescimento: em fevereiro, foram 1,1 milhão de sacas de 60 quilos, 5% a mais que as 1,57 milhão de sacas enviadas ao exterior em fevereiro de 2015.

Até agora nesse ano, as exportações de café caíram para 2,2 milhões de sacas, 5% a mais que as 2,1 milhões de sacas exportadas no ano anterior.

Nos últimos 12 meses, as exportações alcançaram 12,8 milhões de sacas de 60 quilos, 15% a mais que as 11,1 milhões de sacas exportadas no mesmo período anterior.

Até agora no ano cafeeiro (outubro de 2015 a fevereiro de 2016), as exportações de café colombiano foram de quase 5,7 milhões de sacas, 10% a mais que as 5,2 milhões de sacas no mesmo período anterior.

As informações são do http://www.federaciondecafeteros.org / Tradução por Juliana Santin 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe CaféPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2016 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade